segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Poemas de Domingo

Os poemas de domingo estão de volta depois de semanas sem serem postados. Chegando novamente na segunda-feira, nos poemas de hoje as canções que de tanta lírica e beleza artística tornam-se verdadeiras poesias. Três maravilhosos poetas, compositores e cantores que com suas belas letras tocam nossos corações. Com vocês : Djavan, Renato Russo e Milton Nascimento.

Faltando um pedaço

 faltando um pedaço“O amor é um grande laço, um passo pr'uma armadilha
Um lobo correndo em círculos pra alimentar a matilha
Comparo sua chegada com a fuga de uma ilha:
Tanto engorda quanto mata feito desgosto de filha

O amor é como um raio galopando em desafio
Abre fendas cobre vales, revolta as águas dos rios
Quem tentar seguir seu rastro se perderá no caminho
Na pureza de um limão ou na solidão do espinho

O amor e a agonia cerraram fogo no espaço
Brigando horas a fio, o cio vence o cansaço
E o coração de quem ama fica faltando um pedaço
Que nem a lua minguando, que nem o meu nos seus braços.“

djavanVIANA, Djavan Caetano

DJAVAN CAETANO VIANA nasceu em Maceió, capital de Alagoas, no dia 27 de janeiro de 1949. Cantor, compositor, produtor musical e violonista brasileiro, filho de uma mãe afro-brasileira e de um pai neerlando-brasileiro, tornou-se conhecido ao executar 'Fato Consumado' num festival transmitido pela Rede Globo. Sua mãe, lavadeira, entoava canções de Ângela Maria e Nelson Gonçalves e Djavan cresceu embalado por pura música brasileira até começar a fazer a sua própria. Com letras carregadas de romantismo suas músicas são puras poesias e, não por menos, encontra-se entre os melhores compositores de nossa música.

O Livro dos Dias.

“Ausente o encanto antes cultivado
Percebo o mecanismo indiferente
Que teima em resgatar sem confiança
A essência do delito então sagrado LIVRO   Da  Vida
Meu coração não quer deixar
Meu corpo descansar
E teu desejo inverso é velho amigo
Já que o tenho sempre a meu lado
Hoje então aceitas pelo nome
O que perfeito entregas mas é tarde
Só daria certo aos dois que tentam
Se ainda embriagado pela fome
Exatos teu perdão e tua idade
O indulto a ti tomasse como bênção
Não esconda tristeza de mim
Todos se afastam quando o mundo está errado
Quando o que temos é um catálogo de erros
Quando precisamos de carinho
Força e cuidado
Este é o livro das flores
Este é o livro do destino
Este é o livro de nossos dias
Este é o dia de nossos amores”

MANFREDNI, Renato Júnior renato-russo

RENATO MANFREDINI JÚNIOR nasceu em 27 de março de 1960 no Rio de Janeiro, mais conhecido como Renato Russo foi um cantor e compositor brasileiro e talvez o maior ídolo do rock brasileiro na década de 80 e 90. Mesmo sendo carioca de nascença foi em Brasília que Renato foi criado e começou a trilhar seu caminho na música. Sua primeira banda foi o Aborto Elétrico (1978), a qual durou quatro anos, e terminou devido às constantes brigas que havia entre ele e o baterista Fê Lemos. Renato herdou desta banda uma forte influência punk que influenciou toda a sua carreira. Nessa mesma época, aos 18 anos, assumiu para sua mãe que era bissexual; em 1988, assumiu publicamente. Em 1982, integrou a banda Legião Urbana. Nesta nova banda desenvolveu um estilo mais próximo ao pop e ao rock do que ao punk. Russo permaneceu na Legião Urbana até sua morte, em 11 de outubro de 1996. Escrever era sua arte e como escrevia, impossível não achar beleza nas músicas que compôs. Em verso e em prosa, Renato não escrevia músicas mas sim poemas e estórias, e é definitivamente o maior compositor do Rock Nacional.

Vida

“O amor bateu na porta
Eu de dentro respondi
Minha casa é aberta
Pode entrar, estou aquivida

O rio passava seus peixes
No fundo do meu quintal
Meu pai me olhava sorrindo
Minha mãe e meus irmãos

O amor bateu de novo
Eu de novo respondi
Entre que a casa é sua
Eu só quero é ser feliz

A lua trazia no vento
Meus filhos e minha mulher
Amigos chegavam dizendo
Que a vida é isso aí”

milton nascimento 01 NASCIMENTO, Milton

MILTON NASCIMENTO nasceu Rio de Janeiro de 1942. É cantor e compositor brasileiro reconhecido mundialmente como um dos mais influentes e talentosos cantores e compositores da MPB. Conhecido também pelo apelido de Bituca, Milton é filho de Maria do Carmo Nascimento, mas foi adotado por um casal cuja esposa (Lília Silva Campos) era professora de música. O pai adotivo, Josino Campos, era dono de uma estação de rádio. Mudou-se para Três Pontas, em Minas Gerais, antes dos dois anos e aos treze anos já cantava em festas e bailes da cidade. Mineiro de criação e coração suas composições contam muito de sua terra e são objetos de estudos nas disciplinas de Língua Portuguesa e Literatura em várias escolas. "Maria, Maria", "Coração de Estudante" e "Canção da América" são apenas algumas de suas mais famosas obras e na letra de 'Vida', reproduzida ai em cima podemos ver como são poéticas suas composições.

SEMANA QUE VEM A POESIA ESTÁ DE VOLTA, ATÉ!!

Um comentário:

Sarah Casasanta disse...

Adoro todos...
Milton é minha paixão...
;)